terça-feira, 31 de março de 2020

LVIII - RETRATOS - Lisboa - Portugal

❤O mundo gira.
E nós na vidraça da janela.
Numa tremenda espera.❤
Megy Maia

LVIII - RASCUNHOS

❤As flores.
Nos galhos a florir.
De cores.
Estonteantes.
E eu da vidraça.
A acenar.
Para o teu casto olhar.
Nas mãos trazes a delonga.
De anos de batalhar.
Subiste até à janela.
E no parapeito.
Te sentaste.
Que visão.
Romântica.
Para os deambulantes.
E eu em pranto.
Procuraste meu dedo.
Definhado pelo tempo
E nele enfiaste.
A sede de amar.
E eu arrepiada.
Procurei teus lábios.
Para ao entardecer.
Te desnudar.
E ficarmos perdidos.
Neste relampaguear.❤

❤Megy Maia

domingo, 29 de março de 2020

LVII - RETRATOS - Vila Nova de Milfontes - Portugal

❤Depois de tanta materialidade.
Agora toma - se banho em humanismo.
Revelado em amor.❤
Megy Maia

LVII - RASCUNHOS

❤Incendeias as águas.
Mórbidas do rio.
Com teu corpo.
Desnudo.
As rochas.
Vendam seus olhos.
Envergonhadas.
De tão apaixonadas.
As folhas.
Teimam em mergulhar.
Para teus pés.
Beijar.
E eu por detrás.
Do arvoredo.
A te espreitar.
Mas, de repente.
Um galho.
Me denuncia.
E a luz.
Do teu olhar.
Me prende.
Com as algemas.
Na correnteza.
De um ancho sentir.❤

❤Megy Maia

sexta-feira, 27 de março de 2020

LVI - RETRATOS - Sesimbra - Portugal

❤Quando está tudo adormecido.
Existe sempre noutro lugar.
 Alguém acordando.
E gritando.
Vida.❤
Megy Maia

LVI - RASCUNHOS - COVID-19

❤Pobre ou rico.
Merecemos respeito.
Ou,
seremos apenas peões.
Neste jogo de xadrez.

Será a vacina.
Nossas lágrimas.
Infinitas.
No meio de tanto sofrimento.
Ou,
estados de ansiedade.
Quase levando à loucura.

O governo grita.
Que tudo dá.
Mas, sinceramente.
À minha volta só vejo miséria.

Morremos do vírus.
Ou,
de falsas promessas.

Acredito fielmente.
Que os ladrões.
Estão quase a chegar.
Porque só amor.
Não enche barriga.
Já dizia o ditado antigo.

Fome antónimo de dinheiro.
Nesta guerra quem irá ganhar?
Além do vírus.
Que nos esta a assombrar.

❤Megy Maia

quarta-feira, 25 de março de 2020

LV - RETRATOS - Almada (Boca do Vento) - Portugal

❤Andando a barca à deriva.
Um abraçar gigântico do miradouro do meu coração.
Recheado de luz.❤
Megy Maia 🌈

LV - RASCUNHOS

❤Num passado.
Longínquo.
Eras tu a ilha.
E eu o teu mar.
Tu o meu adeus.
E eu o teu acenar.
Mergulhavas na solidão.
E eu flamejava de paixão.
Querendo resgatar.
Teu olvidado coração.
Mas, no agora.
No emaranhar das ondas.
Sinto - te a desnudar.
De escrúpulos, de antepaixões.
Confessando.
Baixinho.
A nossa vida é tão finda.
Para prantear.
Abraça - me e ensina - me.
A mergulhar na minha alma.
Desnudada.
Vindo -  me presentear.
Com a falta do vocábulo.
Amar.❤

❤Megy Maia🌈

segunda-feira, 23 de março de 2020

LIV - RETRATOS - Almeirim - Portugal

❤Que a Luz Divina.
Incendeie nossos lares.❤
Megy Maia

LIV - RASCUNHOS

❤Contigo.
Quero dançar.
Ouvindo.
A nossa canção.
Entrelaçar.
Nossos corpos.
Rodopiar.
Sentir - te.
Como te sinto.
Em todos os crepúsculos.
Em todos os despertares.
Magistralmente.
Ouvindo.
Nossos corpos transpirando.
Suspirando.
Querendo mais e mais.
Ateando fogueiras.
E olhares.
Que desconfiados.
No desfiladeiro.
Se querem perder.
Das nuvens se esconder.
Com a lua conversar.
E sentir um inócuo prazer.
Nas entranhas.
Do rio.
Que respira erotismo.
De tão cálido amar.
Sem fim à vista.❤

❤Megy Maia