Translate

👄Seguidores👄

sábado, 21 de janeiro de 2023

XVI - 🌼CANTARES DO POVO🌼 - Letrista - Megy Maia

 LETRA DA CANÇÃO

Distância 

A distância doí cá dentro, a distância doí cá dentro,
e eu aqui toda inteirinha para ti, somente para ti,
e tu tão, tão perdido, tão perdido.
Queres correr o risco, queres correr o risco,
vem, vem apagar nosso erros, nossos erros,
e beija minha boca, beija minha boca.

Nosso amor se cruza em palavras, em palavras,
doem, doem as linhas que ficam por escrever, que ficam por escrever.

Queres correr o risco, correr o risco,
vem, vem apagar nossos erros, nossos erros,
e beija minha boca, beija minha boca.
Ligo -  te tarde, fora de horas, fora de horas,
isso é saudades, isso é saudades,
sentir - nos amados não é pecado, não é pecado.

Nosso amor se cruza em palavras, em palavras,
doem, doem as linhas que ficam por escrever, que ficam por escrever.

🌼Letrista - Letra Original - Megy Maia

domingo, 15 de janeiro de 2023

VIII - Desabafos

VIII

Arco - Íris

Já imaginou se a vida não tivesse colorido, tudo seria mais triste, depressivo, enfadonho.
Feche os olhos e pense que lindas cores fazem parte da nossa caminhada.
Viver é tão colorido como um carrossel rodopiante.
O que mais adoro e o que para mim é mais vibrante são os campos verdejantes, pintadinhos de margaridas, papoilas, begônias, alfazemas, violetas, flores e mais flores.
Olhar da janela do meu quarto e observar tamanha beleza, fazem meus olhos acinzentados pestanejarem e viverem tão apaixonados.
E quando sonho com o azulão de um mar revolto e com as nuvens esbranquiçadas a quererem chorar, tudo me leva a amar, a amar mais e mais este sonhar.
Desenho a lua e o sol numa folha de papel para deles não me esquecer, tão lindo o prateado e o dourado, neste nosso viver.
E o arco - íris aquele que só aparece para nos fazer lembrar, que as coisas especiais têm dias para aparecer.
Não adormeça na escuridão, liberte - se dos seus medos e comece a pintar a tela da sua vida.

Megy Maia

sexta-feira, 6 de janeiro de 2023

VII - Desabafos - Megy Maia

VII

Conversa

Se a felicidade te bater à porta deixa - a entrar, manda - a sentar -se uns minutinhos e conversa com ela. Desperdiçamos tanto tempo a gritar, a apontar o dedo, a criticar, a mentir uns aos outros, a enxovalhar, a ralhar, que nem temos tempo de olhar nos olhos pedintes de alguém.
Tantos são aqueles que com o seu doce olhar só queriam um pouquinho de colo, que lhe déssemos a mão, que o abraçássemos com toda a nossa força, que respirássemos o mesmo ar que ele respira ou tão simplesmente que reparássemos que está tão pertinho, logo ali, lado a lado.
As feridas por vezes podem ser profundas, dolorosas, penosas, que por vezes doí e doí muito.
Temos de aprender a olhar uns para os outros.
Devíamos acordar e  beijar todos aqueles que mais amamos nas suas suculentas bochechinhas, dançar um tango com o nosso melhor vestidinho de renda, fazer palpitar corações com juras de amor sincero, abraçar o mundo, cantar refrões e mais refrões, sonhando sempre, sempre sonhando.
Não se esqueçam de ser felizes, o amanhã é imprevisível.
Ama e deixa - te amar, aproveita cada momento, porque só se vive uma vez, até prova em contrário.
E se não acordares a tempo, o tempo passou e nem chegaste a viver.

Megy Maia

sábado, 17 de dezembro de 2022

FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO


💖Meus queridos amigos(as) que o vosso NATAL seja ILUMINADO e com muito AMOR.
Um PRÓSPERO ANO NOVO.
Um BEIJINHO no vosso CORAÇÃO.💖
Megy Maia

sábado, 12 de novembro de 2022

XV - 🌼CANTARES DO POVO🌼 - Letrista - Megy Maia

 LETRA DA CANÇÃO

Rebuliço 

Senti uma tempestade de amor se aproximar, se aproximar,
fiquei enlouquecida com o brilho do teu olhar, do teu olhar,
o vento roubou - te um beijo, roubou, 
com ciúmes minha alma ficou, ficou.

Afinal estas tão perto, tão perto, queres meu anjo voar, voar,
até à imensidão do rebuliço das ondas do mar, até à imensidão do rebuliço das ondas do mar.

Não fujas, não fujas desta nossa tempestade, desta nossa tempestade,
teu abraço quente me arrepia, me arrepia,
abraça - me bem forte, bem forte,
nesta nossa melodia, nesta nossa melodia.

Afinal estas tão perto, tão perto, queres meu anjo voar, voar,
até à imensidão do rebuliço das ondas do mar, até à imensidão do rebuliço das ondas do mar.

 Sente este rebuliço, este rebuliço das ondas do mar, sente, sente.

🌼Letrista - Letra Original - Megy Maia

terça-feira, 11 de outubro de 2022

XIV - 🌼CANTARES DO POVO🌼 - Letrista - Megy Maia

LETRA DA CANÇÃO

Ritmo da Chuva


Lembraste do brilho do teu olhar,
quando o teu e o meu coração,
dançavam ao ritmo da chuva.
Lembraste, não te lembras, lembraste, não te lembras.

Relembro que teus pés tropeçavam nos meus, relembro que teus pés tropeçavam nos meus.

Ainda te lembras da letra da canção, 
que era tão antiga, que era tão antiga,
mas tão, tão mágica,
que acabou num longo beijar, que acabou num longo beijar.

Relembro que teus pés tropeçavam nos meus, relembro que teus pés tropeçavam nos meus.

A vida é fado, um simples fado, ao ritmo da dança, ao ritmo da dança.

Relembro que teus pés tropeçavam nos meus, relembro que teus pés tropeçavam nos meus.

🌼Letrista - Letra Original - Megy Maia

sábado, 24 de setembro de 2022

XIII - 🌼CANTARES DO POVO🌼 - Letrista - Megy Maia

LETRA DA CANÇÃO

Dá - me Colo


Perdida entre sorrisos,
sentindo um vazio em mim, sentido um vazio em mim,
dava tudo para te ter, dava tudo para te ter,
no meu colo neste sombrio anoitecer, neste sombrio anoitecer.

A lua chora baixinho, a lua chora baixinho e a chuva caí e chuva caí.

Deixa-me acordar,
não quero ser mais um sonho, não quero ser mais um sonho,
quero ser o teu anjo, quero ser o teu anjo,
no jardim de um viver eterno, no jardim de um viver eterno.

A lua chora baixinho, a lua chora baixinho e a chuva caí e chuva caí.

Quero dançar ao ritmo da lua, ao ritmo da lua,
quero esquecer, esquecer a solidão, a solidão, 
que pintaste no meu coração, que pintaste no meu coração.

A lua chora baixinho, a lua chora baixinho e a chuva caí e chuva caí.

🌼Letrista - Letra Original - Megy Maia

quarta-feira, 7 de setembro de 2022

XII - 🌼CANTARES DO POVO🌼 - Letrista - Megy Maia

 

LETRA DA CANÇÃO

Lágrimas Perdida

Sinto - me a morrer,
a morrer aos poucos, aos poucos,
acendo a luz, acendo a luz,
mas, o adeus vive em mim, vive em mim.

Todos os dias oiço a mesma canção e nada muda, nada muda.

Corro atrás da felicidade,
corro, corro procurando abrigo,
mas, as lágrimas incendiaram minha alma,
que assustada foge do desconhecido.

Todos os dias oiço a mesma canção e nada muda, nada muda.

Bato com a porta do passado,
bato, bato, procurando um abraço,
mas, as lágrimas incendiaram minha alma,
que assustada foge do desconhecido.

Todos os dias oiço a mesma canção e nada muda, nada muda.

🌼Letrista - Letra Original - Megy Maia

sábado, 20 de agosto de 2022

VI - Desabafos - Megy Maia - REGRESSO FÉRIAS

VI

Pensamento

Já pensou que desde que nascemos as nossas mãos são um sinónimo de aventura.
No nosso parto duas mãos nos retiram do ventre da nossa progenitora.
Passado segundos estamos envoltos noutras e noutras mãos  que nos envolvem em colinhos misteriosos recheados de amor.
A partir daí começa uma caminhada repleta de mãos consideradas quase milagrosas.
Mãos que alimentam a nossa alma faminta, mãos que nos mudam as fraldas, mãos que nos ajudam a levantar, quando o mais comum é tropeçar.
Mãos mágicas que nos ensinam a ler, a escrever, a pintar, a desenhar, a construir palácios de sonhos junto à areia do mar.
Mãos incansáveis que nos dão alento quando estamos doentes, mãos que cultivam os nossos alimentos, mãos que preparam as nossas deliciosas refeições, mãos que nos protegem dos perigos, mãos que nos dão um abraço infinito.
Já no final da caminhada terrena mãos vividas repletas de humildade, outras de egoísmo, outras de simpatia, outras repletas de loucuras.
E por fim um par de mãos que nos levarão até à eternidade.
Do pó ao pó e pelo meio mãos caídas do Universo. 
Finalizando, que o Universo nos guarde das mãos dos famintos de luz.

Megy Maia

quarta-feira, 6 de julho de 2022

X I - 🌼CANTARES DO POVO🌼 - Letrista - Megy Maia

 

LETRA DA CANÇÃO

Dança Das Estrelas

Quero ser tua,
leva - me a navegar,
no reflexo das estrelas do teu doce olhar.

Teus beijos quentes fazem - me viajar,
são tão desconcertantes como as águas do mar.

Não me deixes aqui sozinha, 
nesta ilha perdida,
envolve - me no teu abraço,
para toda uma vida.

Teus beijos quentes fazem - me viajar,
são tão desconcertantes como as águas do mar.

Fica pertinho, fica pertinho, fica pertinho,
Aconchegadinho, bem aconchegadinho, bem aconchegadinho.

Teus beijos quentes fazem - me viajar,
são tão desconcertantes como as águas do mar.

🌼Letrista - Letra Original - Megy Maia