quarta-feira, 28 de outubro de 2020

II - 💝 PINTURA ACRÍLICA💝 - ALEGRIA

PINTURA ACRÍLICA

💝O sorriso é o fruto da alegria.
Pintado no rosto de quem sofre.💝
Megy Maia
💝Artista - Megy Maia

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

III - 🌺OLHARES DA ALMA🌺 - Megy Maia

ISTO É ARTE

ROSEIRAL




🌺Por entre relâmpagos e trovões.
Ofertar uma singular flor.
Vale mais que mil bramidos ao vento.🌺
Megy Maia
Fotografias - Megy Maia

sexta-feira, 23 de outubro de 2020

I - 💝PINTURA ACRÍLICA💝 - VENDAVAL

PINTURA ACRÍLICA

💝 O amor têm a levidão do vento.
O ardor da  fogueira.
E o repelo da tempestade.💝
Megy Maia
💝Artista - Megy Maia

domingo, 18 de outubro de 2020

II - 🌺OLHARES DA ALMA🌺 - Megy Maia

ISTO É ARTE

VALE DE LOBOS


     

🌺O riso é a melhor poção.
Para a cura de uma alma lacrimejante.
Que transpira solidão.🌺
Megy Maia

Fotografias - Megy Maia

segunda-feira, 12 de outubro de 2020

LXXXIV - RASCUNHOS

❤Adormeci no meio,
de uma tempestade de estrelas,
e senti a fúria de teu corpo cinza,
sequioso de luz,
na vaga da solidão presente.
A folhagem rugia,
com sede do teu humedecido abraço,
pintado nas paredes ancestrais,
da gruta da ilusão.
Um mistério,
onde o lacrimejar dançante,
ritmado com a lua,
outrora enfeitiçada,
reflete um rútilo amor,
nas águas corrediças da cascata.
Quis libertar - me das amarras,
de um efémero esquecimento, 
que treme pelo tão desejado,
beijo no canto da boca. 
E o nosso depois, 
o revejo num monólogo,
de saudade,
onde as folhas,
despidas de preconceitos,
vão sorrindo nas nuvens,
profundas de uma alma viajante.❤

❤Megy Maia

sábado, 3 de outubro de 2020

I - 🌺OLHARES DA ALMA🌺 - Megy Maia

ISTO É ARTE

Lisboa





🌺Se tudo estiver dando errado.
Vire a página.
E faça o que mais alimenta sua paz de espírito.🌺
Megy Maia

Fotografias - Megy Maia

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

LXXXIII - RETRATOS - Lisboa - Portugal

❤Degrau a degrau.
Um(a) guerreiro(a) de luz.
Aposta.
Sempre na diferença de um fidedigno abraço.❤
Megy Maia

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

LXXXIII - RASCUNHOS

 ❤Só queria voar,
para no silêncio,
mover montanhas,
feridas pelo medo,
de um perder.
Acender tochas,
para iluminar os trilhos,
saturados pelo solitário,
de um viajante viver.
Renascer da solidão,
e acertar os ponteiros,
do relógio,
que teima em se atrasar.
E acordar,
com o beijo eterno,
gravado no tronco,
do velho carvalho de pedra,
enamorado,
por um méleo olhar.
E transpirar luz,
tocando a infinitude,
de um trágico segredo.

❤Megy Maia

sábado, 19 de setembro de 2020

LXXXII - Retratos - Lisboa - Portugal

❤O som da melodia das águas.
Transpira luz.
Num mundo onde o amor.
Precisa renascer de uma profunda solidão.❤
Megy Maia

quinta-feira, 17 de setembro de 2020

LXXXII - RASCUNHOS

❤ Na letra de uma canção,
descobri que nosso amor,
era tão puro,
como o desabrochar,
de um botão,
de uma singela flor.
A tempestade sentida,
quis quebrar,
tamanho encanto.
Mas, o sorriso do meu olhar,
a denunciou,
brilhando como estrelas,
despidas de pudor.
Quis fugir,
e abrigar - me no refrão,
onde se cantarolava,
rimas entrelaçadas de paixão.
Mas, viajei por momentos,
e afaguei - me num lençol,
de folhas caídas,
tecendo sonhos ao relento,
fugindo ao contratempo,
do silêncio sentido,
regado pelas promessas,
de um cálido oscular.❤

❤Megy Maia