Translate

quinta-feira, 6 de maio de 2021

II - 🌺CANTARES DO POVO🌺 - Letrista - Megy Maia

Despedida

🌺Deitada no meio de girassóis,
olhando as estrelas cadentes,
sinto meus lábios em fogo, em fogo,
De tão, tão ardentes.
Onde estás agora? 
Entre sonhos de papel?
Entre rimas de dor? 
Que saudade do perfume, do  perfume,
das tuas juras de amor, das tuas juras amor.

O vento assobia teu  nome,
mas, o nosso encontro tarda a chegar, a chegar.

Sem ti fico louca,
oiço a minha alma, a chorar, a chorar,
pelo passado escrito, 
escrito na solidão,
das palavras guardadas no teu campestre olhar.
Onde estás agora? 
Minha paixão presente.
Onde estás agora? 
Minha  paixão ausente.
Não, não brinques mais com o meu coração,
que transpira lágrimas da nossa eterna canção.

O vento assobia teu nome,
mas, o nosso encontro tarda a chegar, a chegar.

Entre o céu e a terra só a despedida ficou, só a despedida ficou.

O vento assobia teu nome,
mas, o nosso encontro tarda a chegar, a chegar.🌺

🌺 Letrista: Megy Maia

segunda-feira, 26 de abril de 2021

I - 🌺CANTARES DO POVO🌺 - Letrista - Megy Maia

Melodia De Amor

🌺Olhei para o caís,
e vi - te passar,
a nossa melodia,
estava escrita no teu olhar.

Ouvi, as ondas do mar chorar,
mas, não, não quis acreditar.

Fiquei triste,
sem saber o que fazer,
mas, o fim da nossa história,
já era de prever.

Ouvi, as ondas do mar chorar,
mas, não, não quis acreditar.

Agora só quero esquecer,
cada lágrima que vi,
cada abraço que senti,
e voltar a amar de novo,
um coração menos revolto,
Sem, sem tamanho alvoroço.

Ouvi, as ondas do mar chorar,
mas, não, não quis acreditar.🌺

🌺Letrista: Megy Maia

segunda-feira, 19 de abril de 2021

XCIX - RASCUNHOS

❤Vagabundo,
numa noite tempestuosa,
encontrei - te perdido entre ruelas,
dei - te a minha mão para te acalentar.
Na outra mão,
levava um coração de papel,
tão frágil como o teu olhar.
Parecia um sonho,
do qual não queria acordar.
Saí - mos dali,
a chuva nos abraçava,
e sorria de tanto desejar,
um núbil e afamado beijar.
Uma rajada levou o coração de papel,
e só ficou,
a alegria desnuda nas poças de água,
e o arrepio da mélea tentação,
de tocar uma nova melodia,
com o teu preguiçoso violão,
que teima em desafinar,
no eterno refrão,
de nossos lábios dizendo adeus.❤

❤Megy Maia

quinta-feira, 8 de abril de 2021

XIII - 🌺OLHARES DA ALMA🌺 - Megy Maia

ISTO É ARTE

CHEIRINHO A PRIMAVERA





🌺Se você espalhar pétalas de flores no seu caminhar.
Colherá  risos de felicidade.🌺

🌺Fotografias - Megy Maia 

sexta-feira, 2 de abril de 2021

XCVIII - RASCUNHOS

❤ Lá fora, 
pedacinhos de algodão,
caem regelando a noite.
Dois corações,
trancados entre quatro paredes,
incendeiam seu amor,
presos às chamas,
inquietas da  lareira.
Olhos nos olhos,
risonhos de luz,
se tocam na fome,
da infinitude do momento.
Lábios famintos,
se perdem entre morangos,
enamorados do espumante,
que transborda das taças,
repletas de vida.
E repentinamente,
a lua sorridente,
espreita pela janela,
as sombras desnudas,
no brinde refletido.❤ 

❤ Megy Maia